segunda-feira, outubro 24, 2005

A contos com a Justiça

Onze juízes escreveram cada um o seu conto original sobre a justiça e a vida judiciária, de onde resultou a obra “A contos com a Justiça”.
A obra será apresentada no dia 3 de Novembro, às 17 horas , no Centro de Estudos Judiciários, Lisboa – apresentação a cargo de José Carlos de Vasconcelos, Jornalista e Advogado – e no dia 11 de Novembro, às 18 horas , na Fundação Eng. António Almeida, Porto – apresentação de Manuel António Pina, Poeta e Escritor.
Trata-se de uma obra com inegável interesse, cuja leitura sugerimos aos nossos leitores.
Na respectiva introdução pode ler-se:
Quem trabalha nos tribunais, há muito que o pressente...
A linguagem dos processos omite tanto do que dentro deles se vive. A prosa escorreita do despacho judicial ou da sentença lembra, às vezes, o preto destas nossas becas e, entre o estafado jargão jurídico, afugentam-se palavras imensas, de cores muitas.
Em demasiadas ocasiões, permanece, surdo, o incómodo da frase espantada, que fica por dizer.
Pois, foi desse desconforto magoado que nasceu este projecto a dois.
Acordar frases adormecidas, vesti-las, com singeleza, na roupagem de um livro de contos, integralmente escrito por juízes, unidos nesse deslumbramento de vida que lhes vai correndo nos olhos.
Depois, deu-se a descoberta fácil e entusiasmada de nove vozes únicas que ressoam de todo o país e que às nossas se juntaram, na mais falsa das selecções: todos os que à chamada responderam, logo os quisemos como escolhidos.
Certamente, mais se farão ouvir, assim este projecto saiba levedar.








Motor de Busca
Procurar neste site
powered by FreeFind



Orientação relativa aos
comentários no blog


Comentários para
blogmaster@ciberjus.net

Read this blog in English
(Google automatic translation)