terça-feira, outubro 25, 2005

Indignações, inverdades e carácter

Na SIC online sob o título "Sócrates indignado com motivo que levou à greve de juízes e magistrados":
(...)"Juízes e magistrados estão a convocar a greve por um único motivo: não querem ter um sistema na protecção na doença igual ao que tenho e igual ao que têm a generalidade dos funcionários públicos", declarou José Sócrates, antes de um encontro com o presidente da Eslováquia, Ivan Gasparovic, em Sintra.(...)
Segundo o chefe do Executivo, "os juízes e os magistrados não ficam diminuídos na sua independência por terem um sistema de protecção na doença igual ao da generalidade dos funcionários públicos".(...)

Comentário: não é verdade que o Governo esteja a tentar equiparar o regime de protecção na doença vigente na justiça ao regime de que dispõem os governantes; estes têm os Serviços Sociais da Presidência do Conselho de Ministros, que nada têm a ver com o regime geral da ADSE com que o Governo pretende contemplar magistrados e funcionários da justiça; trata-se pois de uma inverdade (para não dizer outra coisa mais contundente) lamentável.
Também não é verdade que a insatisfação das magistraturas tenha como único ou principal motivo a questão do regime de protecção à doença, como todos sabemos e ainda ontem aqui foi focado.
Resta-nos a indignação do sr. engenheiro, constante no título da notícia: se ela fosse genuína, aos profissionais de justiça só restaria dizer welcome to the club, mas como é uma indignação de plástico fundada numa inverdade, para jornalista ver, fica apenas o registo do soundbyte e uma opinião cada vez mais sólida sobre o carácter de quem o produziu.

Artigos relacionados:
Outras respostas ao indignado Sócrates.








Motor de Busca
Procurar neste site
powered by FreeFind



Orientação relativa aos
comentários no blog


Comentários para
blogmaster@ciberjus.net

Read this blog in English
(Google automatic translation)